PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

terça-feira, 12 de abril de 2011

Amor x Ódio

Foi por te amar demais
Que me esqueci,
Deixei os sonhos pra trás,
Quase morri!

Foi por te odiar demais
Que me lembrei,
Deixei os medos fatais
Quase parei!

Foi por te amar demais
Que me perdi,
Deixei as coisas reais
Quase sofri!

Foi por te odiar demais
Que me achei,
Deixei os fatos normais,
Quase sonhei!

Foi por te amar demais
Que me despi,
Deixei os mitos banais,
Quase vivi!

Foi por te odiar demais
Que me amei,
Deixei as coisas virtuais,
Quase chorei!
Te amei,
Te odiei,
Me odiei,
Me amei,
Hoje zerei!

Nenhum comentário:

Postar um comentário