PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

terça-feira, 18 de março de 2014

No final

Tua posse me sufoca,
me envenena,
Adia o dia,
Partida amena,
Tua  fala me afasta,
Me condena.
Adia o dia,
Partida plena,
Tua coisa me arrasa,
Me dá pena,
Adia o dia,
Partida a cena!

segunda-feira, 17 de março de 2014

Tristeza Tua


Tristeza tua, é a lágrima! 
Arrebata tua esgrima,  
Entenda tua mágoa,  
Escreva tua rima! 
Príncipes também choram... 
Às Rosas mortas, cálidas,  
De tudo que controlam,  
Sofrem às faces pálidas!  
Embrenha-te em teu pântano,  
Sonífero país, fantástico,  
Jorra-te em teu cântaro,  
Viver também é drástico! 
Lembra o teu baú de imagens?  
Abre a caixa e vê a fotografia: 
Sairão dali os personagens,  
Teus amores, tuas dores e tua tia!