PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Substrato

A confissão mais espontânea,
A sensação mais litorânea,
De confusão contemporânea!
De dizer, por tão idônea...

A tradução mais misteriosa,
A provação mais criteriosa,
De alusão a toda prosa!
De sentir, por tão dolosa...

A sedução mais cerebral,
A condição mais animal,
De coração imaterial!
De saber, por tão normal...

A solução mais eloquente,
A produção mais convincente,
De posição tão envolvente!
De romper, por tão somente...

Nenhum comentário:

Postar um comentário