PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Amor Virtual

Um amor virtual,
Anormal!
Um amor exótico,
Robótico!
Um amor de imagens,
Mensagens!
Um amor de sentidos,
Contidos!
Um amor de opostos,
Impostos!
Um amor sem igual,
Cerebral!
Um amor informático,
Telepático!
Um amor transcendente,
Ardente!
Um amor kilométrico,
Simétrico!
Um amor faraônico,
Lacônico!
Um amor moderno,
Eterno!
Um amor sem fronteiras,
Porteiras!
Um amor platônico,
Atônito!
Um amor veloz,
Atroz!
Um amor estético,
Atlético!
Um amor irreal,
Surreal!
Um amor sem cama,
Drama!
Um amor do além,
Alguém!
Um amor mental,
verbal!
Um amor de outro mundo,
Profundo!
Um amor impossível,
Incrível!

Nenhum comentário:

Postar um comentário