PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Se eu, se tu...

Se tu és vulcão
E eu terremoto,
Lava o coração,
E tu maré-morto!

Se tu és carangueijo
E eu um carneiro,
Selo com beijo,
E tu mar inteiro!

Se tu és da lua
E eu sou de marte,
Brilho tua rua,
E tu guerra à parte!

Nenhum comentário:

Postar um comentário