PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

quinta-feira, 17 de março de 2011

Poema de Saudade

Me pediste um poema
Que falasse de saudade,
e pensei muito, de verdade!
Foi quase um dilema.

Saudade não tem sema
A não ser a tua vontade,
É o Português e uma vaidade!
A falta de qualquer tema.

Desenhada a poesia
De quem sente a tal saudade,
Minha Pupila Sofia!
Está feita a tua vontade.

2 comentários:

  1. Este poema é para minha querida aluna, Nathália, que este ano mais uma vez, vai aprender esse tal de inglês!!! rsrr

    ResponderExcluir
  2. A sora muito obrigada, amei muito. vou aprender esse tal de inglês novamente e estou orgulhosa por que quem ira me encinar vai ser voce, bjs

    ResponderExcluir