PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Eis o homem!

Um platônico,
Bípede implume,
Um biônico,
Bíceps infâme,
Eis o homem:
Fragilidade estéril,
Caminho etéreo,
Lúgubre pronome!
Ígneo, hermético,
Cínico, patético,
Quadrúpede disforme,
Eis o homem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário