PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Marasmo

Uma falta total de dor
E assim, poesia não vem...
Se não porque é refém,
De tudo que pensa amor!

Dias e dias de ausências,
Porque a vida está boa,
Esquecer até reminiscências,
É navegar numa lagoa!

Tragar a perfeição alheia,
É sorver sua lânguidez,
Quando a vida não é feia,
O poeta perde a sua vez!

A utopia se fez verso,
Nua, crua, sem assunto,
Seria mais um defunto,
De um parnasiano avesso!

Um comentário:

  1. Gostei muito Alessandra. Nao resta duvidas de que para compor boas poesias é necessário um tipo de sensibilidade especial, algo que poucos seres humanos efetivamente possuem.

    ResponderExcluir