PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

kairos


O poeta está sempre morto,
Vive na posteridade
sem paralelo de tempo,
Sem verdade,
Se desencontra!
Diante do absurdo
Do que escreve:
Está aqui, mas sua poesia não!
É breve!
É um sem tempo,
Um visionário,
Um louco,
Um futurista!
Um missionário!
Tudo que vê é poesia,
E isso é passado,
Que presente inexistente?
Só se o futuro...
E-vidente!

Nenhum comentário:

Postar um comentário