PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

domingo, 5 de junho de 2011

ONÍRICO

É NO DESCANSO PROFUNDO,
QUE VEJO TODO MEU MUNDO,
DO LIMPO, SUJO E IMUNDO...
UM CAMPO MINADO E SEM FUNDO!
MERGULHO E VOLTO - AFUNDO!
E QUANDO ACORDO, FECUNDO!

Nenhum comentário:

Postar um comentário