PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

quarta-feira, 8 de junho de 2011

AZ

Belas, as estrelas orientais,
Dos mares meridionais,
Que navegas sempre mais,
Olha o céu e os sinais!

Paralelo sul do cais,
Um porto de amor e ais,
Um sonho sem reais,
Retocas a tua paz!

À procura dos sinais
De fogo e temporais
Onde nasce e onde jaz,
Tudo que te faz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário