PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

terça-feira, 31 de maio de 2011

EIRAS E BEIRAS

Uma rua,
Uma nua,
Uma lua,
FRONTEIRAS!
Um rio,
Um cio,
Um fio,
BARREIRAS!
Um sonho,
Um conto,
Um banho,
MANEIRAS!
Um dia,
Uma alegria,
Uma orgia,
BESTEIRAS!
Um tchau,
Um legal,
Um sinal,
TERÇAS-FEIRAS!

Um comentário: