PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

domingo, 30 de maio de 2010

Que mulher é esta?

Que mulher é esta que diz que me ama,
Mas não vai pra minha cama?
Que mulher é esta que diz que não me ama,
mas eu sei, sei sim, que me ama!

Que mulher é esta que diz que não me quer,
Mas não me deixa um dia sequer?
Que mulher é esta que toda hora me quer,
Mas foge de mim onde eu estiver?

Que mulher é esta que quero esquecer,
Mas dela me lembro ao adormecer?
Que mulher é esta que não posso esquecer,
Mas dela são meus desejos até o amanhecer?

Mulher, mulher, mulher antítese,
Mulher, mulher, do homem uma tese
Mulher, da palavra exegése,
Mulher, da vida exerése.

Mulher, paradoxo da história,
Mulher, pico de toda a glória,
Mulher, lide sempiterna da memória,
Mulher, fonte de amor e discórdia!

Que mulher é esta que embaralha minha mente?
Que mulher é essa que me tomou pra sempre?
Que mulher é esta que vai e vém de repente?
Que mulher é esta que amo tão simplesmente?

Nenhum comentário:

Postar um comentário