PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

domingo, 2 de maio de 2010

Poeta Ausente

Não escreves mais!
Nem por mim,
Nem por ti,
Nem por ninguém.
Talvez sejas refém.

Não escreves mais!
Pelo medo,
Pelo credo,
Pelo certo,
Talvez estejas perto.

Não escreves mais!
Pelo rancor,
Pelo ardor,
Pelo torpor,
Talvez seja amor.

Mas por quê?
Mesmo que sejas refém de alguém,
Ou por ti, ou por mim...
Não escreves mais... é o fim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário