PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Devorador de Pecados

Do fio de luz que entra,
Vejo a cruz que ostenta,
De tua marcha lenta!

Um devorador de pecados,
Um amador dos falidos,
Um  defensor dos ralados!

Tua sina é fina até o fim,
Desde o primeiro "sim";
Sai da mina o teu marfim!

Daí a saber da tua beleza,
Como um tigre e sua presa;
Tens o cerne da certeza!

Capturas o que é animal,
A pele, a víscera e a moral;
Um felino surreal!

Nenhum comentário:

Postar um comentário