PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

domingo, 2 de janeiro de 2011

Quando estou séria, é quando mais não queria estar;
Quando estou triste, é quando mais queria vibrar;
Quando estou alegre, é quando mais me empresto;
Quando estou com raiva, é quando mais detesto!

Quando olho o mar, a perfeição me vem;
Quando olho o céu, é Deus, amém.
Quando olho o sol, é energia pura;
Quando olho a lua, é magia tua!

Quando sinto certos cheiros, busco a infância;
Quando sinto certos gostos, me dão ânsia;
Quando sinto o teu sabor, me invade a lascívia;
Quando sinto o teu ardor, quero carícia!

Quando penso no que escrever, sai tudo feio;
Quando penso o que pensar, vem tudo pelo meio;
Quando não quero pensar, sentir é o melhor caminho;
Quando não quero sentir, a palavra vem de mansinho...

Pra disfarçar sempre quando...

Nenhum comentário:

Postar um comentário