PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Lembranças

Tantas canções me dizem
Coisas que eu quero ouvir,
E como que revivem,
Os instantes de sentir.

Tantos cheiros me lembram
Memórias de amor e infância,
Algumas ao meio me quebram,
Outras me dão ânsia!

Tantas palavras me tocam
Na alma e no coração
Me embalam e me levam
No fundo de toda emoção!

Tantos sentidos me consomem,
Com volúpia, lascívia e languidez...
Crescem, explodem e me comem
Aí, volto à censura da lucidez!

Nenhum comentário:

Postar um comentário