PARA OS AMANTES DA POESIA











"O poeta é um fingidor,

Finge tão completamente,

que chega a fingir que é dor,

a dor que deveras sente."


Fernando Pessoa

sábado, 31 de julho de 2010

A ti

A ti não resta mais texto,
nem inspiração;
Apenas o resto da desilusão.

A ti, não resta mais amor,
nem carícias;
Apenas o furor das nossas malícias.

A ti não resta mais olhar,
ou lânguidez;
Apenas o cessar da insensatez.

A ti não resta mais o tudo,
de meu mundo;
Apenas o luto profundo.

Só a ti não resta!
O resto é saudade...

Nenhum comentário:

Postar um comentário